Desafio Brasil: Oportunidades para empresas de TI que ainda est√£o engatinhando

Olhar Digital

 

Desafio Brasil: Oportunidades para empresas de TI que ainda est√£o engatinhando

 

Há seis anos, jovens empreendedores brasileiros participam do Desafio Brasil, uma competição nacional para empresas que estão começando e que apostam na tecnologia.

Rubem Saldanha, gerente de educa√ß√£o da Intel Brasil, diz que “o desafio Brasil √© parte da estrat√©gia da Intel para o fomento do empreendedorismo no Brasil e no mundo. H√° uma competi√ß√£o nos EUA, que √© feita junto com a Universidade Berkeley, e h√° uma nacional, aqui no Brasil, que √© o Desafio”.

“Passaram mais de 700 startups pelo Desafio Brasil e estas empresas de sucesso, que chamaram a aten√ß√£o de investidores, j√° receberam mais de R$2 milh√Ķes em investimento”, diz Adalberto Brand√£o, COO/GVcepe e diretor do Desafio Brasil.

A proposta é que esses empreendimentos tenham, logo no início, uma espécie de prova de fogo para avaliação do negócio.

“Investidores, pessoas do mercado, professores universit√°rios e empres√°rios de sucesso analisam os planos de neg√≥cio, com suas experi√™ncias em suas pr√≥prias empresas ou atividades, para definir se ele √© vi√°vel, se aquela empresa est√° na dire√ß√£o certa ou se precisa fazer algumas altera√ß√Ķes”, completa Rubem.
Este ano, 126 projetos disputam o Desafio Brasil em uma primeira fase regional realizada em 10 estados brasileiros. Na √ļltima semana de agosto, 21 projetos pr√©-selecionados disputar√£o a final da competi√ß√£o em S√£o Paulo. Os pr√™mios s√£o bastante tentadores, principalmente para quem est√° come√ßando no mundo dos neg√≥cios. As 8 primeiras colocadas ganham carta de recomenda√ß√£o para investidores. As 4 melhores colocadas ganham uma vaga na fase Am√©rica Latina do Desafio Intel e a 1¬™ colocada ganha R$30 mil em assessoria jur√≠dica, R$30 mil em assessoria estrat√©gica e uma premi√£√ß√£o em dinheiro de R$10 mil. Mas o aproveitamento do processo tamb√©m deve ser levado em considera√ß√£o. “Com a participa√ß√£o, voc√™ se qualifica tamb√©m, tendo a oportunidade de investidores ou outros empreendedores aprenderem um pouco com voc√™ e identificarem um neg√≥cio de grande potencial de crescimento. √Č isso que eles buscam”, completa Brand√£o.
Tiago Lins, vencedor do Desafio Brasil 2009, diz que se inscreveu de forma despretensiosa. “Decidimos seguir e colocamos como meta interna ficar entre os 6 primeiros. No final, ganhamos a competi√ß√£o”, diz.
Sua startup nasceu no final de 2008. A Silicon Reef, como foi batizada, projeta microchips dedicados e est√° prestes a entrar no mercado. “Ele √© um microchip que atua no processo de capta√ß√£o de diferentes formas de energia. O foco do primeiro produto √© a energia solar”, explica.
Durante o desafio, ele teve a oportunidade de conversar com especialistas para ter um feedback sobre como eles avaliavam a proposta. “Come√ßamos a mudar um pouco a cabe√ßa, ap√≥s conversar com essas pessoas. Eles come√ßaram a fazer perguntas que ainda n√£o t√≠nhamos parado para refletir”, diz Tiago. “√Č esse tipo de consultoria que uma startup n√£o consegue, com seus recursos pr√≥prios, pagar. Ent√£o, como faz parte dessa √°rea de fomento ao empreendedorismo da Intel, esse tipo de trabalho √© um valor agregado muito forte para elas”, completa Saldanha.
Depois de vencer o concurso, Tiago teve a oportunidade de viajar para o Vale do Silício, na Califórnia, onde ouviu gente ainda mais experiente. Hoje, a Silicon Reef já tem até o protótipo desse chip inédito; mais do que isso, existem investidores interessados no projeto. E, se tudo der certo, ele sai definitivamente do papel no início de 2012.
Se você também é um empreendedor e quer participar do Desafio Brasil, fique atento. Apesar de este ano o concurso já estar quase no final, ano que vem tem mais. Quer saber como participar? Clique no link acima. Boa sorte!

 

Link: http://olhardigital.uol.com.br/produtos/central_de_videos/desafio_brasil_oportunidades_para_empresas_de_ti_que_ainda_estao_engatinhando#|0|0|1|99


31 de julho de 2011
Go back